Tag: serra leoa

#Livros | Muito Longe de Casa

Trezentas mil crianças-soldado, lavagem cerebral, entorpecentes, abusos dos senhores da guerra, morte. Muitas hoje ainda sofrem com as conseqüências. Fã de hip hop e de boa literatura, Ishmael Beah, após passar a infância e a adolescência na roda-viva da guerra, foi reabilitado pela Unicef e teve a chance de contar o que qualquer ficção jamais conseguiria recriar.

Dando continuidade ao Desafio “Lendo o Mundo”, hoje vou falar sobre o livro “Muito Longe de Casa – Memórias de um menino soldado”, de Ishmael Beah.

Para quem quiser saber mais sobre esse projeto basta clicar neste link. Lembrando que os livros que lerei neste desafio devem trazer uma narrativa que ilustre a história, cultura, política ou tradições do país representado. Hoje, a leitura nos traz um panorama da guerra civil, que aterrorizou a Serra Leoa, um país africano, durante os anos 90.

O livro conta a história real de Ishmael Beah, que quando tinha entre 10 e 11 anos de idade, teve de fugir de sua aldeia por causa de uma guerra civil em seu país. Para sobreviver acabou sendo obrigado a se tornar um soldado aos 13 anos, lutando ao lado do governo contra o grupo rebelde de guerrilheiros da RUF (Revolutionary Front United – Frente Revolucionária Unida). Passou mais de dois anos numa rotina de sobrevivência e matança diária. Matou tantos que perdeu a conta. Também usava drogas pesadas diariamente para esquecer dos problemas. Saiu da guerra após uma intervenção da UNICEF, que retirou parte das crianças e adolescentes dos fronts de batalha.

Este livro é simplesmente incrível – um dos melhores que eu já li!! É impressionante e emocionante a lição de vida que Ishmael nos apresenta. É difícil imaginar que um garoto que pouco frequentou a escola em sua aldeia local, transitou por cenários de guerra e destruição, conseguiu se tornar um grande homem, que hoje influencia e ajuda diversos projetos humanitários na ONU.

Analisando as questões técnicas, a leitura flui muito bem. Como uma narração em primeira pessoa, podemos ter uma noção do que o autor passou. E ele é bem detalhista, então durante a leitura sofremos junto com ele. A edição que eu li é da Companhia de Bolso, não tem a capa original do livro, já que é uma outra versão, mas esta é bonita também, sendo bem simples. E para aqueles que quiserem uma dica – eu comprei na Estante Virtual, bem baratinho!

E agora quero a ajuda de vocês! Estou um pouco indeciso sobre a leitura do próximo mês, dentro do Desafio “Lendo o Mundo”. Por isso me ajudem a escolher – “O Ruído das coisas ao Cair”, de Juan Gabriel Vásquez (Colômbia), “A Última Mensagem de Hiroshima”, de Takashi Morita (Japão) ou “Depois de Auschwitz, de Eva Schloss (Alemanha). E também deixem nos comentários o que acharam da história de “Muito Longe de Casa”.

Área: 71.740 km²
Capital: Freetown
População: 6.018.888 hab. (censo 2016)
Moeda: leone
Língua oficial: inglês
Nome Oficial: República da Serra Leoa
Data Nacional: 27 de abril (Dia da Independência)
Governo: República Presidencialista
Presidente: Ernest Bai Koroma