Tag: O Ruído das Coisas ao Cair

#Livros | O Ruído das Coisas ao Cair (Projeto Lendo o Mundo)


Em meados da década de 1990, Antonio Yammara é um jovem professor de Bogotá que passa seu tempo livre no bilhar próximo à universidade em que leciona. Sua vida muda quando conhece Ricardo Laverde, ex-presidiário que pagou um alto preço pela ligação com o tráfico internacional de drogas. Ele compreende que há segredos muito importantes no passado de seu novo conhecido. Quando Laverde é assassinado, Yammara decide investigar os motivos do crime, de uma maneira quase obsessiva. Ele não somente mergulha nos brutais eventos do narcotráfico, como verá seu próprio passado, repleto de culpas e segredos, com outros olhos.

E para encerrar o ano, vamos ter mais uma edição do Projeto “Lendo o Mundo” – que é aquele desafio onde eu leio um livro que caracteriza os países do mundo, com o objetivo de conhecer culturas, contextos e escritas diferentes. Para saber mais, acesse o link. E hoje a dica é “O Ruído das Coisas ao Cair”, do escritor colombiano Juan Gabriel Vasquéz.

A história de “O Ruído das Coisas ao Cair” começa nos anos 70 e conta a vida de Antonio Yammara, um jovem professor de direito que costumava passar boa parte do seu tempo livre jogando bilhar próximo à Universidade onde ele ensina. Lá ele conhece Ricardo Laverde, um ex-presidiário que acaba assassinado. A vida de Yammara sofre um profundo e irreversível impacto por conta do assassinato de Laverde, e anos depois da tragédia ele resolve tentar descobrir os motivos do crime. Vásquez cria neste romance impactante, uma narrativa de intrigas e paixões em meio à violenta história da Colômbia. Livro vencedor do Prêmio Alfaguara de Literatura em 2011, “O Ruído das Coisas ao Cair” retrata com precisão a história de uma geração que conviveu de perto com o poder do narcotráfico no país.

Juan Gabriel Vásquez é tido como um dos maiores expoentes da nova geração literária da Colômbia e da América Latina. Apesar de viver há mais de uma década na Espanha, seu país natal tem frequente destaque em seus romances. Segundo os jornais “El Espectador” e “Arcadia”, de Bogotá, a escrita do autor contém uma clareza rara. Este romance é a história de uma amizade frustrada. Mas é também uma história de amores em tempos pouco adequados, além de uma análise profunda de uma geração ligada ao medo.

Eu curti bastante a escrita do autor, ele consegue narrar toda a história de uma forma atraente, que prende a atenção do leitor. Outro ponto positivo é a forma em que Vásquez inclui efeitos de escrita que faz toda a diferença, como por exemplo, o silêncio justificando em vários momentos “o ruído das coisas”. Os capítulos são bem descritivos quanto às situações e sentimentos, além de serem um pouco longos. Além disso, a capa desta edição é mega linda – um pouco sombria que demonstra com clareza o clima do livro.

Enfim, eu estou tendo bastante sorte aos escolher os livros do Projeto “Lendo o Mundo”. Até o momento gostei bastante de todos que li – se você quiser saber mais sobre os outros, veja no link – Por Dentro da Casa Branca (Estados Unidos) e Muito Longe de Casa (Serra Leoa). E já adianto aqui que em 2018 o projeto continuará e as próximas leituras serão “A Última Mensagem de Hiroshima”, de Takashi Morita (Japão) e “Depois de Auschwitz”, de Eva Schloss (Alemanha).

Área: 1 138 914 km²
Capital: Bogotá
População: 48 747 632 hab. (estimativa 2016)
Moeda: Peso Colombiano
Data Nacional: 20 de julho
Governo: República Presidencialista
Presidente: Juan Manuel Santos