Tag: nicholas sparks

#Livro | O Retorno

Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 286
Skoob
Onde Comprar: Americanas | Submarino | Amazon

Oi gente!
Para quem me acompanha, já sabe que Nicholas Sparks é um dos meus autores favoritos. Seus romances costumam me agradar, apesar que os últimos não seguiram essa regra. A dica de hoje é “O Retorno”, lançado pela Editora Arqueiro.

A história gira em torno de Trevor Benson, que não estava planejando voltar para New Bern, uma cidadezinha na Carolina do Norte. Porém, após ouvir as últimas e enigmáticas palavras do avô no leito de morte, ele decide passar um tempo na velha casa que herdou. Decidido a cuidar das colmeias da propriedade, Trevor nem pensa em se apaixonar. Porém, assim que vê Natalie Masterson, sente uma atração impossível de ignorar. Ela parece corresponder, mas se mantém distante, como se escondesse algo.

Em New Bern, ele também conhece Callie, uma adolescente reservada que era amiga de seu avô. Trevor acha que pode conseguir respostas sobre as circunstâncias misteriosas da morte dele, mas ela oferece poucas pistas – até que uma reviravolta lhe dá uma nova perspectiva. Nessa jornada para desvendar segredos, Trevor vai descobrir o verdadeiro significado do amor e do perdão e aprender que, para seguirmos em frente, muitas vezes é preciso retornar para onde tudo começou.

Desde “No Seu Olhar”, passando principalmente por “Dois a Dois”, que tenho percebido uma certa evolução na narrativa de Nicholas Sparks. Estes livros tiveram um desenvolvimento mais lento, com uma história mais adulta. “O Retorno” segue um pouco essa base, mas sem perder a essência do romance. O livro aborda traumas psicológicos, conflitos e escolhas, mas demonstra perdão e acima de tudo, amor. Já estava me preparando para aqueles finais típicos do autor, mas dessa vez foi diferente. Deu aquela sensação de coração quentinho. Gostei bastante!

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

#Livros | Dois a Dois

Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos. Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções. Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.

Autor: Nicholas Sparks

Editora: Arqueiro
Páginas: 512
Skoob 
Onde Comprar: Americanas | Submarino | Saraiva | Fnac

Um dos meus autores preferidos – talvez O PREFERIDO – é Nicholas Sparks. Eu amo seus livros, suas histórias contagiantes, suas reviravoltas incríveis e seus personagens com os quais nos identificamos muito. Em seu novo livro “Dois a dois”, Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos.

Na história, Russ precisa cuidar de sua filha de 5 anos, London, além de ter que vivenciar outros desafios que a vida lhe impõe, tanto no lado pessoal como no profissional. É mais do que justificável que ele, como pai, tenha vários receios, e o autor soube muito bem como explorar esse desenvolvimento, de forma bem sutil e ainda mais especial. Ele passa por problemas com a esposa Vivian – uma mulher fútil e que não o apoia em nada. Logo após uma separação conturbada, Russ encontra novamente o caminho ao lado de Emily – um grande amor do passado.

Num contexto em geral, “Dois a Dois” não é o melhor livro de Nicholas Sparks, mas isso não quer dizer que não seja bom. Na verdade ele é ótimo, mas têm outros que são ainda melhores. A história do trio Russ, London e Vivian se desenrola bem lentamente – o que é um ponto positivo, na minha opinião – temos bastante tempo para nos acostumar com a vida familiar que eles levam e também temos tempo para nos afeiçoar pela relação de pai e filha, que Russ e London vão desenvolvendo ao longo dos capítulos.

A pequena London é a melhor personagem do livro – ela é uma graça, sempre bem-humorada, delicada e esperta. Também vale destaque a família de Russ – sua mãe, seu pai e também a irmã Marge e a cunhada Liz. As duas (Marge e Liz) também formam um casal incrível, que ajudam Russ a passar pelas tempestades do divórcio. E o final delas é bem emocionante – podem se preparar para chorar. Outra parte que considerei encantadora na história é a amizade entre Russ e Marge. A maneira como cuidam um do outro e defendem um ao outro, a fidelidade entre eles é palpável e me fez lembrar, o tempo todo, de como é especial ter esse tipo de ligação com alguém.

Com um tom incrivelmente correto, “Dois a Dois” se torna uma leitura prazerosa e bem rápida. É impossível parar de ler os capítulos, pois queremos saber o que acontece a seguir e torcemos muito pela felicidade do protagonista ao lado da filha. Não tem como não elogiar a condução do drama feito por Sparks – ele é genial nessa parte. Tão sútil que sofremos muito junto com os personagens em certos momentos. Uma ótima dica de leitura.