Tag: Kenny Ortega

#Série | Julie and the Phantoms

Oi gente!
Precisei apenas de um sábado para maratonar “Julie and the Phantoms”, nova série musical da Netflix, dirigida e produzida por Kenny Ortega (de High School Musical) e baseada na série brasileira “Julie e os Fantasmas”. Se você está procurando uma série teen, super good vibes, já achou! O seriado é o entretenimento perfeito que fará você se desconectar e relaxar. Lembrando, que terá alguns spoilers!

Em 9 episódios, a série inicia contando a história da banda Sunset Curves, formada por Luke (Charlie Gillespie), Reggie (Jeremy Shada), Alex (Owen Patrick Joyner) e Bobby, que sonham em se apresentar no Orpheu, uma grande casa de shows em Hollywood, mas os amigos (com exceção de Bobby) acabam comendo um cachorro-quente e morrem intoxicados.

Também somos apresentados à Julie (Madison Reyes), uma adolescente apaixonada por música que acaba perdendo a conexão e a vontade de cantar após o falecimento de sua mãe, sua grande inspiração. Porém, o encontro com os três fantasmas Luke, Reggie e Alex , “desaparecidos” por 25 anos, fará com que a jovem encontre novamente seu paixão por música e mostre o seu talento para o mundo. Enquanto Julie está descobrindo o seu verdadeiro talento, os fantasma fazem uma busca para entender o motivo de estarem na Terra.

Com temas importantes como amizade, luto, sexualidade e autoaceitação, a série me ganhou já no primeiro episódio. Os atores são o grande destaque da produção. Charlie Gillespie, Jeremy Shada e Owen Patrick Joyner – o trio de fantasmas – mandam super bem, principalmente quando estão com Madison Reyes. A atriz estreante é perfeita e cantam muitoo! Ela se entrega para o papel e isso fica visível em sua performance. Aliás, para mim, a trilha sonora é tudo de bom! Eu simplesmente amei todas as músicas e já estou ouvindo a playlist repetidamente no Spotify (ainda não consegui decidir a minha favorita). E os números musicais tem toda a cara do Kenny Ortega, com certeza você, se assistiu, vai lembrar muito de HSM.

Paralelamente também temos outras histórias acontecendo como Flynn (Jadah Marie) – a melhor amiga da protagonista; Carrie (Savannah May) – a vilã patricinha, uma espécie de Sharpay; o grande vilão Caleb (Cheyenne Jackson) – um fantasma poderoso capaz de fazê-los aparecer aos humanos, mas com a condição de serem sempre dele; Trevor Wilson (Steve Bacic), que era o Bobby e adotou um novo nome após roubar as músicas da banda; além de um aprofundamento nas histórias dos fantasmas Luke e Alex – o primeiro se afastou dos pais para viver da música e morreu sem ter pedido perdão. Já o segundo é assumidamente gay e vive um lance com outro fantasma Willie (Booboo Stewart).

Alguns personagens poderiam ter tido um arco narrativo melhor desenvolvido. Carrie e o pai Trevor Wilson, por exemplo. Também espero uma história maior de Alex e Willie, caso a série seja renovada para uma 2ª temporada (Netflix nunca te pedi nada… na verdade pedi sim, mas enfim, já quero continuação com certeza).

Com uma história carismática, leve e muita música viciante, “Julie and the Phantoms” é totalmente despretensiosa e possui bastante potencial para uma sequência. É a série perfeita para assistir em um fim de semana!

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange