Tag: hq

#Filmes | Homem Aranha: De Volta ao Lar

Oi gente!
Hoje o post será sobre o filme “Homem Aranha: De Volta ao Lar”, que fui assistir nos cinemas na semana passada. E confesso que eu estava bem apreensivo com a nova produção, porém eu gostei do resultado. E já vou começar o texto com polêmica – prefiro o Tobey Maguire como Homem Aranha!! Mas ainda assim o jovem Tom Holland não faz feio.

Depois de atuar ao lado dos Vingadores (em “Capitão América: Guerra Civi”), chegou a hora do pequeno Peter Parker (Holland) voltar para casa e para a sua vida, já não mais tão normal. Lutando diariamente contra pequenos crimes nas redondezas, ele pensa ter encontrado a missão de sua vida quando o terrível vilão Abutre (Michael Keaton) surge amedrontando a cidade de Nova York. O problema é que a tarefa não será tão fácil como ele imaginava.

Para começar, achei o título genial – além de ser o nome da HQ, ele ainda faz uma referência ao acordo entre a Marvel – criadora do Homem Aranha e a Sony – dona dos direitos do super-herói. Tudo isso porque no início dos anos 2000, a Marvel Studios (que ainda não era a potência que é hoje) vendeu o direito de imagem de diversos super-heróis, entre eles o Homem Aranha, que foi adquirido pelos estúdios Sony. Lá o diretor Sam Raimi produziu três filmes estrelados por Tobey Maguire e Kirsten Dunst (como Mary Jane) e Marc Webb fez outras duas produções estreladas por Andrew Garfiled e Emma Stone (como Gwen Stacy). Agora, diante o imenso lucro da Marvel com os filmes de super-heróis (Homem de Ferro, Capitão América, Os Vingadores, etc), os dois estúdios entraram em um acordo e o Homem Aranha está “De Volta ao Lar”.

Voltando a questão do elenco, achei que o ator Tom Holland está bem no papel (e ele já havia tido uma participação bacana em Guerra Civil) – para quem não lembra, ele fez o filme “O Impossível”, aquele do tsunami, com a Naomi Watts. E neste novo filme, o diretor Jon Watts imprimiu uma pegada mais jovem, por isso temos um elenco bem adolescente: Laura Harrier, como Liz Allen, a primeira namorada de Peter; Zendaya (Michelle), Jacob Batalon (Ned), Tony Revolori (Flash), entre outros. Mas o grande destaque fica para os atores Robert Downey Jr, em uma participação como o Homem de Ferro e Michael Keaton incrível como o vilão Abutre. Inclusive eu adorei a construção do vilão – em vez de fazerem o Abutre maléfico, bem robótico como é em outras produções, eles deram um ar mais humanizado ao personagem.

Enfim, de um modo geral eu gostei do filme, foi bem produzido, com boas atuações e talvez o mais importante – a produção não teve medo de ousar. É um filme bem adolescente e feito para lucrar nos cinemas.

PS: não saiam do cinema assim que o filme acabar porque tem cena pós-crédito!!

#Séries | Riverdale

Já faz um tempinho que foi a ar o final da 1ª temporada de “Riverdale”, a nova série da CW, exibida no Brasil no canal Warner. Mas só agora que estou postando sobre ela… (vocês me perdoam neh?!) A série é baseada na HQ “Archie” de 1942, ou seja, é uma adaptação, com uma roupagem nova e mais intrigante. A proposta é trazer um clima mais sombrio e complexo para a trama.

“Riverdale” traz uma abordagem subversiva de Archie Andrws (KJ Apa), Betty Cooper (Lili Reinhart), Veronica Lodge (a brasileira Camila Mendes), Jughead Jones (Cole Sprouse) e seus amigos, explorando o surrealismo de uma pequena cidade e seus curiosos habitantes. A história começa com o trágico assassinato do jovem estudante Jason Blossom (Trevor Stines). Quando Cheryl Blossom (Madelaine Petcsh) e Jason, os gêmeos inseparáveis, vão a um passeio do feriado de 4 de julho, apenas um deles retorna vivo. E a partir daí temos o mistério de “quem matou Jason? ”, sendo que todos os personagens escondem segredos.

O protagonista Archie Andrews acaba de retornar de um intenso verão trabalhando para o pai. Com o retorno às aulas, ele decide que quer algo diferente para a sua vida além do futuro na administração da empresa do pai e da bolsa por meio do futebol. Archie descobre que a música faz parte de sua vida. Só precisa descobrir como fazer isto dar certo – incluindo um caso amoroso com a professora de música.

O verão também mudou Betty Cooper. Depois de passar um tempo longe do amigo de infância, Archie, ela conclui que é chegado o momento de se declarar para ele, mesmo que sua mãe seja contra qualquer distração que possa comprometer o futuro brilhante que planejou para a filha mais nova. Mas talvez Betty não queira tudo isto. Talvez ela queira ser um pouco mais como Polly, a irmã mais velha que namorava o popular Jason Blossom.

Veronica Lodge retorna com sua mãe a Riverdale, após um escândalo que colocou seu pai atrás das grades. Depois de ser julgada pelos erros do pai, Veronica decidiu que gostaria de virar outra pessoa. Ela começa uma amizade com Betty Cooper e se apaixona por Archie Andrews. Definitivamente, Veronica chega para agitar a cidade, só não esperava que Riverdale já estivesse bastante agitada sem ela. O mistério em torno da morte de Jason é explorado um pouco a cada episódio, que sempre apresenta uma revelação misteriosa. E cada história é narrada pelo personagem aspirante a escritor Jughead Johnes (Cole Sprouse).

O grande destaque da série são as personagens femininas. Betty e Veronica já se destacavam nas HQs por tentarem construir uma amizade à prova de interferências masculinas, mesmo que disputassem Archie. E este fato é reforçado na série, que procura promover não só a união feminina, como a força de cada personagem. O elenco também está incrível – inclusive a maior parte dos atores teens estão estreando nesta produção, com exceção de Cole Sprouse – para quem não se lembra ele era o Cody em “Zack e Cody: Gêmeos em Ação”, da Disney e também o Ben, filho do Ross em “Friends”.

A série tem tudo para fazer sucesso – até porque é bem parecida com outras produções – tem um lado sombrio como “The Vampire Diaries”, um mistério a ser descoberto como em “Pretty Litlle Lies” e até os produtores definem “Riverdale” como uma mistura de “Twin Peaks” e “Gossip Girl”.

Eu gostei bastante de “Riverdale”!! Uma série ótima, com ganchos que nos fazem querer assistir o próximo episódio logo, além de personagens e histórias marcantes. Inclusive, a CW já confirmou a produção da 2ª temporada!!