Tag: Charlie Donlea

Livro ▪ Uma Mulher na Escuridão

Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Páginas: 304
Skoob
Onde Comprar: Americanas | Submarino Amazon

Oi gente!
A última leitura de 2021 (que na verdade finalizei em 2022) foi “Uma Mulher na Escuridão” – suspense de Charlie Donlea, publicado pela Faro Editorial. A história foi bem interessante e me prendeu, apesar de ter abandonado um pouco a leitura para descansar no finalzinho do ano.

Ao limpar o escritório de seu pai falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades de investigação levaram à sua identidade: o próprio marido! Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional.

Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ter matado a esposa. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que ela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.

Eu já havia lido outra obra do autor (“A Garota do Lago”) e gostei bastante, portanto tinha expectativas boas, que se confirmaram, de certa forma. O suspense é bom, prende atenção, porém não gostei de alguns desenvolvimentos. O início da história é um pouco confuso. A narrativa se passa no presente sendo contada pela Rory e no passado com Angela. Porém, antes das histórias se cruzarem, Rory pega um outro caso de investigação e, do nada, ela praticamente esquece esse caso, deixa de lado para focar na história de Angela e fica por isso mesmo. O livro chega ao final e não há uma conclusão para isso. Não sei se haverá uma sequência desse livro para contar mais, porém foi algo bem frustrante.

Mas de um modo geral, o mistério em torno de Angela e seu marido é o ponto forte do livro. Eu gostei mais dos capítulos narrados no passado. E uma das especialidades do autor são as reviravoltas. É incrível a capacidade que ele tem de surpreender. O desenvolvimento do livro possui um plot que eu não estava esperando, o que deixou a leitura mais densa e interessante.

“Uma Mulher na Escuridão” não entrou na lista das melhores leituras do ano, mas cumpriu seu papel em entreter e entregou um suspense até que interessante, com tensão e reviravoltas. E ainda pretendo ler outros livros do autor! Qual vocês indicam?

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange