#Filmes | The Post – A Guerra Secreta

Oi gente!
Hoje tem resenha de “The Post – A Guerra Secreta”, novo filme do diretor Steven Spielberg, com Meryl Streep e Tom Hanks e que concorre ao Oscar 2018.

A história gira em torno de Kat Graham (Meryl Streep), a dona do The Washington Post, um jornal local que está prestes a lançar suas ações na Bolsa de Valores de forma a se capitalizar e, consequentemente, ganhar fôlego financeiro. Ben Bradlee (Tom Hanks) é o editor-chefe do jornal, ávido por alguma grande notícia que possa fazer com que o jornal suba de patamar no sempre acirrado mercado jornalístico. Quando o New York Times inicia uma série de matérias denunciando que vários governos norte-americanos mentiram acerca da atuação do país na Guerra do Vietnã, com base em documentos sigilosos do Pentágono, o presidente Richard Nixon decide processar o jornal com base na Lei de Espionagem, de forma que nada mais seja divulgado. A proibição é concedida por um juiz, o que faz com que os documentos cheguem às mãos de Bradlee e sua equipe, que precisa agora convencer Kat e os demais responsáveis pelo The Post sobre a importância da publicação de forma a defender a liberdade de imprensa.

“The Post – A Guerra Secreta”, para mim, é o filme mais injustiçado deste ano. Eu simplesmente adorei – e ele concorre apenas em duas categorias do Oscar 2018: melhor filme e melhor atriz para Meryl Streep em sua 21ª indicação – sendo a atriz que mais concorreu na história da premiação, tendo levado a estatueta três vezes – por “Kramer vs Kramer” (1980 – como atriz coadjuvante), “A Escolha de Sofia” (1983) e “A Dama de Ferro” (2012). Acho que valia indicações nas categorias de melhor direção, melhor ator para Tom Hanks e até melhor roteiro.

Mas enfim, vou falar um pouquinho do filme, e para isso, preciso trazer alguns dados da história americana. “The Post” se passa no início da década de 70 quando os jornais The New York Times e o The Washington Post divulgaram os “Pentagon Papers” – Papéis do Pentágono – um amplo estudo mostrando como os governos Eisenhower, Kennedy, Johnson e Nixon haviam ludibriado a opinião pública para justificar o envolvimento cada vez mais acentuado dos EUA no Vietnã, que inclusive não teve “final feliz” para os americanos.

Os documentos incriminariam Robert McNamara, grande amigo de Kat Graham, e que foi Secretário de Defesa durante os governos Kennedy e Johnson. Inclusive, Kat tinha herdado o jornal do marido e, arriscou o futuro do seu Washington Post, ao decidir publicar os documentos proibidos. Depois disto o jornal passou a ter o mesmo patamar do New York Times. A revelação dos Pentagon Papers levou também, logo a seguir, ao caso Watergate, que levou à renúncia do presidente Richard Nixon.

Com relação ao filme – ele tem o mesmo estilo de “Spotlight: Segredos Revelados”, que venceu o Oscar em 2016, inclusive ambos têm o mesmo roteirista Josh Singer, em parceria com a estreante Liz Hannah. O roteiro é ótimo, discutindo diversos assuntos importantes como a liberdade de imprensa, o poder da verdade, o empoderamento feminino, o comercial em conflito com o editorial de uma redação, além dos bastidores da investigação jornalística – tudo isso sem ser cansativo.


Kat Graham e Ben Bradleey

A direção de Spielberg é sempre impecável. Ótima trilha sonora, fotografia e edição. Além de contar com a brilhante interpretação de Streep e Hanks tem também Sarah Paulson, Bob Odenkirk, Matthew Rhys no elenco. Acredito que não irá vencer nada no Oscar, mas adoraria se surpreendesse, que nem aconteceu com Spotlight.

  • Camila Faria

    Ainda não assisto Felipe. Mas tá aqui na minha listinha do Oscar. ;)

  • Cássia

    Quando vi o trailer desse filme lembrei na hora de Spotlight, que é um filmasso, quero muito assistir The Post e também acho que ele foi pouco reconhecido no Oscar desse ano.

    • Felipe Lange

      Cássia, quando assistir me diz se gostou.

  • Mari Zavisch

    Oi, Felipe! Só pelos atores já me dá vontade de assistir. Eu não consegui assistir Spotlight ainda, mas esse está aqui na minha listinha do Oscar desse ano. Espero conseguir assistir em breve. Beijinhos.

    • Felipe Lange

      Mari, se assistir depois me diz o que achoou.

  • Beto

    Esse está no topo da minha lista Oscar porque essa equipe é fantástica. Spielberg, Hanks e Streep são lendas do cinema norte-americano. Outra coisas que me animou mais ainda foi você ter falado que é estilo Spotlight, pois o segundo é incrível. Sobre injustiças, é a cara do Oscar fazer isso. A hype na maioria das vezes não fica em torno dos melhores filmes. De qualquer forma, excelente post! Até mais

  • Michele Lima

    Oi Fê, tudo bem? Eu tb gostei bastante de The post, gostei da trama, mesmo já sabendo como terminava em senti tensa e super envolvida!! E is atores, bem sensacionais <3 Bjs, Mi O que tem na nossa estante

  • Sora

    Oi Felipe! Eu veria só por ter Meryl Streep e Tom Hanks no elenco. Parece um filme muito bom! Beijos, Sora | Meu Jardim de Livros

    • Felipe Lange

      Sora, eles estão incríveis neste filme, sempre vale a pena vê-los em cena

  • Emerson Garcia Affonso Vieira

    Também acredito que não irá ganhar nenhuma estatueta, mas é um bom filme. Eu gostei bastante. Bom final de semana! Jovem Jornalista Fanpage Instagram Até mais, Emerson Garcia

  • Sté Maciel

    Ta aí um filme que eu ainda não assisti, mas já ta na minha lista! mariasabetudo

    • Felipe Lange

      Sté, depois me fala se curtiu

  • Paloma

    Nao conhecia, mas gostei muito da dica! Beijos, Monólogo de Julieta

  • Priih

    Oi Felipe, tudo bem? Não assisti, mas acho que é meu estilo de filme. Adorei a temática! Beijos, Priih Infinitas Vidas

    • Felipe Lange

      Priih, eu também adoro essa temática

  • Ranielle Alves

    Oiee! não assisti ainda, mas já está na minha lista hahah! Parece ser bom. http://www.reflexobrilhante.com/

  • Miguel

    A parceria Hanks e Spielberg sempre rende algo interessante, e tendo Meryl Streep ainda! Quero assistir logo!

    • Felipe Lange

      Miguel, depois me conta o que achou do filme

  • Marcela

    Parece ser um bom filme, eu curto bastante esse estilo de filmes históricos

    • Felipe Lange

      Marcela, também curto bastante

  • Juliana

    Também acho que foi um filme bem ignorado no Oscar. O roteiro e a direção estão impecáveis.

  • Stéphanie Segal

    Com um elenco incrível desses e direção do Spielberg, tinha que ser um filmaço mesmo.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *