#Séries | 13 Reasons Why

“13 Reasons Why” é a nova série da Netflix que traz uma reflexão sobre o bullying na adolescência. A crítica tem se dividido bastante para elogiar ou criticar a temática. Mas, eu simplesmente amei a produção.

Uma caixa de sapatos é enviada para Clay Jensen (Dylan Minnette) por Hannah Baker (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. Clay se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah fora recentemente enterrada depois de se suicidar. Dentro da caixa, há 13 fitas cassete e instruções para serem passadas entre 13 amigos dos dois jovens. A gravação de cada fita explica uma razão, envolvendo um dos destinatários, pela soma das quais ela decidiu tirar a própria vida.

A série foi baseada no livro “Os 13 porquês” (“13 Reasons Why”, em inglês) de Jay Asher e também foi produzida pela atriz e cantora Selena Gomez e pelo ganhador do Oscar Tom McCarthy (“Spotlight”).

Fazer sucesso com temas bem polêmicos como depressão, estupro, suicídio, assédio e relações conturbadas entre pais e filhos adolescentes não é fácil, mas “13 Reasons Why” conseguiu essa proeza. Alguns podem não gostar, mas em apenas duas semanas, o seriado se tornou um dos maiores sucessos da Netflix. Sabe porquê? Por que traz toda a história de forma natural, sem fazer grandes alardes, mas com um toque super sensível e humano.

Outro fator que ajuda bastante é o elenco – que está bem entrosado. A novata Katherine Langford (Hannah) é uma bela surpresa e consegue emocionar com o drama de sua protagonista. Mas é Dylan Minette (Clay) quem domina a série.   Destaque também para os jovens Christian Navarro (Tony), Brandon Flynn (Justin Foley), Alisha Boe (Jéssica Davis), Miles Heizer (Alex Standall), Ross Butler (Zach Dempsey) e Devin Druid (Tyler). Além do elenco adulto que também arrasa – Kate Walsh e Brian d’Arcy James que fazem os pais de Hannah.

Para aqueles que ainda não leram o livro (o que estão esperando?) há algumas mudanças. A publicação é dividida entre os pontos de vista de Clay e Hannah – ele tentando entender; ela tentando explicar a sua verdade. Já a série foi um pouco mais além, mostrando o impacto geral com do suicídio – como se sentiu cada “amigo” que ela culpou, como ficaram seus pais e a escola. Outro ponto alterado foi a forma do suicídio – no livro Hannah havia tomado remédios, na série ela corta os punhos e sangra até a morte em uma banheira com água. Ah e por falar nisso, a cena do suicídio foi muito bem produzida – uma cena mega tensa, sem cortes nas imagens (mostra tudo, mesmo!) e com um show da atriz Katherine Langford. Outras cenas muito bem produzidas e que foram levadas à integra são as sequências de estupro, sofridas pelas personagens Hannah e Jéssica.

Mas na minha opinião, a série tem um pequeno defeito. Como são 13 porquês, os produtores fizeram 13 episódios – cada um contando um motivo. Dessa forma, achei que a narrativa ficou mais lenta. A história poderia ser contada com (no máximo) 10 episódios – seria mais compacta e ágil. Mas, como um todo, eu gostei bastante da série, chorei em vários capítulos (principalmente no episódio da fita do Clay e no episódio final). Eu acho que todos deveriam assistir “13 Reasons Why” justamente por causa da reflexão e lição de moral que a série traz. E uma dica para quem for assistir – assista sabendo que você vai ficar na maior deprê depois que acabar!

  • Bia

    Oi Felipe!! Adorei sua análise da série, principalmente pelo fato de você ter feito algumas comparações com a obra. Já li, há algum tempo, gostei muito da forma como o tema foi abordado no livro. Estou curiosa pela série, mesmo com as críticas negativas que surgiram. Beijos http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    • Felipe Lange

      Bia, algumas comparações são necessárias neh!! Mas num todo a série é maravilhosa também.

  • Stéphanie Segal

    Estou bem curiosa para assistir essa série.

    • Felipe Lange

      Stéphanie, assiste sim, depois me conta o que achou.

  • Betânia Duarte

    Acho que toda a polêmica em torno da série é porque ela não é uma série para todos. Não seria uma boa ideia para pessoas que já tem pensamentos suicidas ou depressão assistir a série, ela é muito forte. Mas ela é importante demais para as pessoas que são um motivo, as pessoas que julgam, ou seja, qualquer um de nós :/ Beijo! Sorriso Espontâneo

    • Felipe Lange

      Bê, realmente essa mensagem é muito importante.

  • Michele Lima

    Oi Fê, tudo bem? Eu achei os episódios um pouco longos mesmo, mas eu estava tão empolgada, mas tão empolgada que maratonei em dois dia! e assim como vc chorei em vários momento! A série me impactou e já espero pela segunda temporada. Bjs, Mi O que tem na nossa estante Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    • Felipe Lange

      Mi, também fiz maratona!! E também quero segunda temporada logo!

  • Kéziah Raiol

    Oie Felipe, tudo bom? Eu estou um pouco enjoada da série devido ao grande auê que ela causou. Acabei me decepcionando um pouco. Beijos, Paixão Literária

  • Miria

    Oi, Felipe. Eu ainda não assisti a série porque morro de preguiça, mas muitas pessoas realmente gostaram dela e eu vejo bastante críticas positivas, e até umas ruins. Quero ver logo mas sempre enrolo muito já que não sou fã de série, então complica. Acho que esse tema tem que ser mais vezes disseminado e mostrado as caras para que as pessoas possam aprender a lidar com isso.

    • Felipe Lange

      MIria, assiste sim, é uma ótima série

  • Manu Marinho

    Oioi Eu terminei a série sem meu chão, eu adorei tudo! A mensagem que ela passa, que é super importante e que todos devemos saber. Chorei horrores no final, e não só nele. As cenas fortes e bem feitas foram impressionantes. Acho que independente do que você gosta, você deveria assistir ela. Beijão, www.cretinaliteraria.com

    • Felipe Lange

      Manu, realmente a mensagem é muito importante.

  • Vanessa

    Gostei da dica Felipe. Só ouço elogios a respeito de 13 Reasons Why e pretendo colocá-la na minha grade de séries. Abraço! www.newsnessa.com

    • Felipe Lange

      Nessa, quando assistir me conte o que achou!

  • Silvana Crepaldi

    Olá, Felipe. Eu assisti a série e achei bem melhor do que o livro que eu já tinha lido ha alguns anos. Gostei muito da forma como podemos ver tudo o que acontece ao redor e achei os últimos episódios bem tensos. mas é uma ótima série e tomara que possamos mudar nossos pensamentos e começar a agir diferente. Prefácio

    • Felipe Lange

      Sil, que bom que gostou! Realmente precisamos nos conscientizar do assunto!!

  • Gabriel Lopes

    Oi, Felipe! Gostei demais da sua resenha e concordo com vários pontos que você destacou, a série abordou os temas de uma forma incrível e o elenco é simplesmente maravilhoso. E eles souberam aproveitar muito bem a história dos livros e acrescentar muito mais, aliás, estou curioso para saber como será a segunda temporada, já que a história do livro já foi praticamente toda contada. Infelizmente, ainda não tive a oportunidade de ver todos os episódios, mas quando der irei assistir sim. Com amor, Rascunhos de Tom

    • Felipe Lange

      Gabriel, realmente o elenco é maravilhoso! Também estou mega curioso pela segunda temporada!!

  • Everton Silva

    Olá Felipe! Adorei seus comentários dentro da série a qual coloquei com um valor imenso. Não tive a oportunidade do livro, mas o meu maior impulso atual é estar com ele em mãos, e se em série levantei uma grande percepção, imagino o livro. rsrs' Mas... estou passando a primeira vez por aqui no seu blog. Meu nome é Everton e acabo de estar com meu blog aberto e com isso estou conhecendo novos e buscado companhias, por isso te convido a passar nele: https://rabiscoscolorido.blogspot.com.br/, espero que goste, estou no meu começo, contudo, será sempre bem vinda. Obrigado, Everton Silva

    • Felipe Lange

      Everton, quando puder leia o livro sim, também é ótimo!

  • Priih

    Oi, tudo bem? Gostei da série, mas ela também me fez mal. Fiz algumas críticas mais pontuais no meu post a respeito. Mas, no geral, curti. Beijos, Priih Infinitas Vidas

  • Thainara

    Olá! Eu quero muito ver essa série, mas por enquanto estou sem tempo. Vou ter que arranjar, porque o próximo trabalho que tenho de entregar é pra relacionar a análise de suicídio do Durkheim com o caso da Hannah. Alguns amigos meus que viram a série também reclamaram da lentidão dela, espero que isso não me incomode tanto. Beijos Se Esse Mundo Fosse Meu

    • Felipe Lange

      Thainara, quando ver me conte o que achou!

  • Luiza Helena Vieira

    Oi, Felipe! Bom, eu não chorei em nenhum momento da série, mas eu fiquei bem mal com várias coisas. Eu amei porque esse livro é o livro da minha vida e já havia quatro anos que eu estava esperando essa bendita adaptação. Então, amei tudo! Beijos Balaio de Babados Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    • Felipe Lange

      Lu, que bom que você gostou!!

  • Ane Reis

    Oie Felipe =) Já assisti a série, mas estou passando ela aquela fase de "digestão" da história, para poder escrever meu post para o My Dear Library. Confesso que fiquei um pouco mal com tudo o que assisti então preciso desse tempo para analisar as coisas rs... Beijos;*** Ane Reis | Blog My Dear Library.

    • Felipe Lange

      Ane, acho que todos que assistiram precisam desse tempinho haha

  • Thais - Viaje na Leitura

    Olá Felipe, Não li o livro ainda, então vou ficar longe da série! Pelas críticas, acredito que o livro é bem melhor que a série, mas não posso julgar sem vê-los não é mesmo? Ótima crítica! Abraços,

    • Felipe Lange

      Thais, os dois são ótimos!

  • Gabrielle

    Olá! Eu li o livro no ano passado e lembro de ter gostado bastante, fiquei empolgada quando a adaptação foi anunciada. No entanto, não estou muito no clima dessa história no momento, então não pretendo ver a série, pelo menos não por agora, apesar de todos os comentários positivos sobre ela. Beijos! http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    • Felipe Lange

      Gabi, te entendo, mas veja em algum momento!! Depois me diga o que achou!!

  • Larissa Zorzenone

    Eu chorei bastante durante a série e depois de finalizar. Mexeu muito comigo. Eu não acho que deveriam diminuir os episódios, mas talvez pudesse diminuir a duração de alguns. Adorei como a série mostra que pequenas atitudes podem desencadear grandes coisas. Vidas em Preto e Branco

    • Felipe Lange

      Lari, também fiquei bem abalado.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *