#Filme / Um Limite entre Nós

Continuando a minha maratona dos filmes que concorrem ao Oscar, hoje vou falar de “Um Limite entre Nós” (“Fences”, no original), que por enquanto ainda não estreou no Brasil.

Na trama, ambientado na década de 50 nos Estados Unidos, acompanhamos a trajetória de Troy Maxson (Denzel Washington) um homem analfabeto, que foi preso por anos, e depois trabalhou duro todos os dias para sustentar sua família, de origem humilde, em um bairro familiar norte americano. Frustrado toda vida por não conseguir ter sido um jogador de baseball profissional, com todo o talento que tinha, seu destino lhe reservou outra história e assim ele vive o cotidiano entre um drink e outro, tentando se manter consciente em casa e no relacionamento conturbado que possui com sua mulher Rose Maxson (Viola Davis) e seus dois filhos além de ter que cuidar do irmão Gabe (Mykelti Williamson), um ex-combatente do exército que voltou com problemas da guerra.

O filme é baseado na peça homônima de enorme sucesso escrita por August Wilson (que assina o roteiro), e também protagonizada por Denzel nos teatros (papel que lhe rendeu o prestigiado prêmio Tony em 2010). O filme utiliza de técnicas do teatro, como desenvolver toda a história em apenas um cenário, com enquadramentos abertos e diálogos longos. Tudo isso possibilita interpretações na medida de Denzel e Viola. A atriz é o grande destaque e deve levar o Oscar na categoria de melhor atriz coadjuvante.

“Um Limite entre Nós” é uma grande metáfora das relações familiares e conjugais. Um filme difícil para engatar, porém intenso, verdadeiro, real. Vale a pena pela interpretação da maravilhosa Viola Davis.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *