#Série | Dom

Oi gente!
Quem aí está afim de uma dica de série nacional? “Dom” é a nova produção brasileira original no Amazon Prime Vídeo, baseada em fatos reais relatados no livro “Dom” escrito por Tony Bellotto e André Hellmeister e “O Beijo da Bruxa”, de Luis Victor Lombra Dantas.

Pedro Machado Lomba Neto, o Pedro Dom (Gabriel Leone), aterrorizou prédios e casas da alta sociedade fluminense no início dos anos 2000. Usando seus olhos azuis e cabelos loiros, o jovem utilizava o racismo estrutural a seu favor para entrar nos locais sem levantar suspeita e, uma vez dentro, roubava malas com dólares e joias, virando manchetes nos jornais. Pedro experimentou cocaína pela primeira vez aos 9 anos e em pouco tempo passou de vender os objetos da própria casa a furtos maiores, para saciar sua dependência química. Foram mais de uma dezena de internações por clínicas de reabilitação na adolescência e até uma passagem pela antiga FEBEM, que só piorou a situação.

A série não procura abordar a história biográfica de um menino que virou criminoso, mas sim, todo um problema social envolvendo o tráfico de drogas. Victor (Flávio Tolezani), o pai do jovem, é um ex-policial, que viu sua família ser totalmente desestruturada. Na juventude, ele era um mergulhador que acaba se envolvendo com um departamento secreto de combate às drogas, se tornando um agente infiltrado. Na época, a cocaína começava a chegar ao país e, aos poucos, ia mudando a estrutura dos bairros, principalmente nas favelas.

A série é narrada de forma não linear, alternando entre passado e presente, nos anos 70 e 2000, para contar a história desses dois personagens. Flavio Tolezani e Filipe Bragança interpretam Victor ao longo dos anos. Ambos fazem um ótimo trabalho de construção do personagem. Mas o grande destaque é o ator Gabriel Leone que vive o protagonista, e talvez, o melhor papel de sua carreira.  Junto às atrizes Raquel Villar e Isabella Santoni, Gabriel mostra superioridade nas cenas de ação, perseguição, tiro, de uso de drogas, de violência e de sexo.

Vale ressaltar o importante e impactante trabalho do ator Guilherme Garcia, que vive Pedro na adolescência. O jovem ator manda super bem! No elenco, ainda Ramon Francisco, Digão Ribeiro, Laila Garin, Mariana Cerrone e Fábio Lago. As boas atuações coadjuvantes são um bom trabalho do diretor, que permitiu certa liberdade dentro do roteiro e faz com que os personagens causem impacto durante a história toda. Uma coisa que me irritou um pouco foi o uso de palavrões excessivamente. No começo, todos os personagens falam direto, quase toda frase tem um palavrão – personagens que não precisariam falar. Fiquei bem incomodado, mas ao longo dos episódios vai melhorando.

“Dom” chega com o status de superprodução nacional, e vale a pena conferir. Ótimas cenas, um retrato do Rio de Janeiro no início dos anos 2000, uma boa trilha sonora com sucessos do funk raiz e interpretações seguras.

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

  • Vanessa

    Oi, Felipe. Tudo bem? Parece bem interessante, eu sabia que era nacional, mas não tinha ido conferir. Tinha minha curiosidade agora tem minha atenção, hahaha. Beijos, Vanessa Leia Pop

  • O diário da Inês

    Não conhecia, obrigada por dares a conhecer! :) -- O diário da Inês | Facebook | Instagram

  • Pam

    Não conhecia nem um pouco sobre a história que envolvia a série, mas achei bem interessante. Faz tempo que não vejo séries na prime e essa me deixou curiosa. Abraços! Pam Lepletier

  • Suelen Mattos

    Essa série tem sido bem comentada mesmo. Aqui onde eu moro tem cartazes dela em vários pontos de ônibus. É impossível sair e não dar de cara com um. Mas não faz meu estilo, não, então essa vou deixar passar. Mas que bom que gostou! =) Suelen Mattos ______________ Romantic Girl

  • vanessa

    Já ouvi falar da série mas, ainda não vi. Acho que é bacana apoiar séries e livros nacionais, em breve vou tentar assistir. Abraços. https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

  • Emerson

    Não conhecia a série ainda. Adorei a resenha! Boa semana! Jovem Jornalista Instagram Até mais, Emerson Garcia

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *