#Filme | Os 7 de Chicago

Oi gente!
“Os 7 de Chicago”, filme da Netflix, escrito e dirigido por Aaron Sorkin, passou despercebido no Oscar 2021 – foram 6 indicações e nenhuma vitória. A produção se baseia em um dos julgamentos mais controvertidos e polêmicos da história dos Estados Unidos.

O drama é ambientado no ano de 1969 e acompanha todo o julgamento do grupo formado por Abbie Hoffman (Sacha Baron Cohen), Jerry Rubin (Jeremy Strong), David Dellinger (John Carroll Lynch), Tom Hayden (Eddie Redmayne), Rennie Davis (Alex Sharp), John Froines (Danny Flaherty) e Lee Weiner (Noah Robbins). Junto a eles está Bobby Seale (Yahya Abdul-Mateen II), co-fundador do Partido dos Panteras Negras. Eles foram julgados e condenados por terem organizado protestos contra a Guerra do Vietnã e o governo do presidente democrata Lyndon Johnson, durante a Convenção do Partido Democrata em 1968, em Chicago; o evento se iniciou de forma pacífica, mas, com o choque da polícia, acabou sendo marcado por violência e revolta.

A condução do filme é feita para impactar, visto que o julgamento se desenvolveu perante interesses políticos. O grande diferencial do roteiro é o diálogo. E dentro da proposta apresentada, a edição também se destaca, já que o filme não segue uma narrativa linear. Logo no início, vemos uma breve apresentação dos personagens e, em seguida, já somos jogados no tribunal. Os fatos que ocorreram são intercalados ao desenvolvimento do julgamento. Dessa forma, poderia ter sido bem mais confuso, se a edição não tivesse funcionado bem.

O longa possui ótimas cenas envolvendo Yahya Abdul-Mateen II, Sacha Baron Cohen e Eddie Redmayne. O racismo escancarado do juiz Julius Hoffman (Frank Langella) e o tratamento diferenciado dado aos réus e aos Panteras Negras soa muito atual. Porém, as motivações de cada personagem não ficaram muito claras – poderia ter tido um aprofundamento maior.

“Os 7 de Chicago” apresenta uma narrativa forte que traz luz a temas ainda frágeis para a nossa sociedade. Fica a dica!

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *