#Livro | O Duque e Eu

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Skoob
Onde Comprar: Americanas | Submarino | Amazon

Oi gente!
Hoje vai ser dia de polêmica! Aqueles que me seguem no instagram (@blog_entrelinhas) viram que a série “Bridgerton”, produzida pela Netflix, foi um grande incentivo para finalmente começar a ler a saga escrita por Julia Quinn. Logo que a série foi lançada, já comprei os dois primeiros livros e iniciei “O Duque e Eu”. Lembrando que vou fazer algumas comparações com a série.

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar.

Daphne Bridgerton está em busca de um casamento, porém todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne.

“O Duque e Eu” é o primeiro volume entre oito livros que narram as aventuras da grande e barulhenta Família Bridgerton. E vamos a polêmica: a leitura não foi o que eu esperava. A história é interessante, alguns personagens são muito bons, porém a autora peca no desenvolvimento. A Daphne do livro me incomodou um pouco, sorte que deixaram a personagem bem mais interessante na série. Apesar disso, o casal protagonista possui química. E os coadjuvantes também são legais – Lady Whistledown mesmo sem nem aparecer fisicamente, consegue ter uma grande influência na trama e aguçar a curiosidade do leitor.

Comparando com a série, preciso dizer que gostei muito mais da adaptação da Netflix do que do livro. Obviamente, algumas histórias dos demais irmãos foram antecipadas, e até aumentadas. Personagens tiveram mudanças significativas, como é o caso da Daphne – que já citei acima, ela se tornou mais humana, engraçada e talvez até mais romantizada. Outro exemplo é o de Anthony, que na série é mais embuste. A revelação de Lady Whistledown no último episódio também pegou vários de surpresa. E a polêmica cena entre Daphne e Simon foi amenizada e modificada. Esse foi outro momento bem complicado do livro. Enfim, posso fazer um post mais detalhado sobre isso, se vocês quiserem. Independente das opiniões sobre o primeiro livro, já comecei “O Visconde que me Amava” e confesso que a leitura tem sido bem melhor e me surpreendendo positivamente.

Já leram a saga Bridgerton? Gostaram de O Duque e Eu? O que acham da série da Netflix?

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

  • Pâmela

    Felipe, eu li a série (pra mim falta só o último, que é o da Violet + extras) e eu gostei bastante! O Duque e eu , na época que eu li, confesso que nem sabia da cena polêmica que todo mundo menciona hoje em dia e infelizmente deixei passar, mas eu gostei bastante por ser um livro divertido, com uma família irreverente e personagens icônicos, sabe? Mas tem coisas que na série ficaram muito mais legais mesmo hehehehe Beijos! Pâm Blog Interrupted Dreamer

  • Suelen Mattos

    Eu gostei desse livro, mas não é meu favorito. E não gostei da tal cena polêmica que a Daphne fez com o Simon. Já O Visconde Que Me Amava é o meu livro favorito da série e talvez por isso tenha me incomodado um pouco o fato dele ter virado um chato (e babão pela Sienna) na adaptação da Netflix. Mesmo assim, estou ansiosa pela 2ª temporada. =) Suelen Mattos ______________ ROMANTIC GIRL

  • Emerson

    Só acompanhei a série e gostei bastante. Boa semana! O JOVEM JORNALISTA está em Hiatus de verão entre 05 de fevereiro e 08 de março, mas não deixaremos de comentar nos blogs amigos. Também tem posts novos no blog. Jovem Jornalista Instagram Até mais, Emerson Garcia

  • yolissa hair

    I will go to see this book. 613 blonde wig

  • Silvana Crepaldi

    Olá, Felipe. A série sem dúvida ficou muito melhor que o filme. Essa é das poucas adaptações que se saem melhor que o original. Prefácio

  • Vanessa Oliveira

    Oi, Felipe. Tudo bem? Eu não assisti a série e não procurei os livros, são poucos livros de época que chamam a minha atenção e que acabei deixando esse passar. Pela sua resenha, talvez seja interessante checar a série até porque Shonda Rhimes sempre faz trabalhos de qualidade. Beijos, Vanessa Leia Pop

  • Ray Cunha

    Olá Filipe, Gostei muito de ler sua opinião sobre o livro e as comparações com a série. Eu adoro os livros e amei a adaptação, mas é um gênero que adoro e esses foram os primeiros livros que li. Acho que mau carinho vai mais por isso do que qualquer outra coisa. Beijo! www.amorpelaspaginas.com

  • Ana Carolina

    Eu sempre quis ler os livros, mas nunca comprei, daí assisti a série e amei demais. Agora não vejo a hora de comprar todos os livros

  • cila

    Oi Felipe, tudo bem? Pois é, não li o livro, mas eu acompanhei a polêmica. Não sei como a autora escreveu a cena, mas desconfio, pelo meu jeitinho, que ficaria muito incomodada. Apesar disso, fui conferir a série e confesso que não gostei. Acho que não foi o que eu esperava. Gostei muito da sua resenha comparando com o filme. beijinhos. cila. https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

  • Anete Oliveira

    Ótima dica. Beijos/Kisses. Anete Oliveira Blog Coisitas e Coisinhas Fanpage Instagram

  • Luciano Otaciano

    Oi, Felipe! Que pena a leitura não ter sido o que esperava. Romance de época eu quase não leio, pois não curto muito este tipo de livro. Abraço! https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

  • Alessandra Salvia

    Já o li, não é o meu favorito, mas é uma ótima introdução para a série! beijos http://estante-da-ale.blogspot.com/

  • Monique

    Eu não li o livro e nem assisti a série ainda. Mas, interessante ler sua opinião, e saber que a série é tão boa assim. Talvez eu ainda leia e assista também na Netflix.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *