#Série | The Morning Show

Oi gente!
Todos quietinhos em suas casas? Respeitando o isolamento social? Espero que sim! O blog estava um pouquinho parado por causa do meu trabalho, mas agora que grande parte da população está em casa, podendo fazer várias maratonas de séries e filmes, que tal conferirmos a dica de hoje! Até porque reunir Jennifer Aniston, Reese Whiterspoon e Steve Carell em uma única produção já é sinal que vem coisa boa por aí! Hoje vou falar de “The Morning Show”, primeira produção da Apple TV+

O ponto de partida da produção é apresentar o bastidor voraz de um “programa da manhã”. Muito popular nos Estados Unidos, cada canal tem um show matinal e eles brigam por audiência. Enquanto acompanhamos esses bastidores, somos apresentados principalmente à disputa de poder que acontece por trás das câmeras.

Apresentado por Alex Levy (Jennifer Aniston) e Mitch Kessler (Steve Carell) há uma década, o programa The Morning Show sofre com um grande escândalo com a denúncia de assédio contra Mitch, o que leva à sua demissão imediata pela UBA, canal produtor do programa, desencadeando frenéticas reformulações do TMS, a começar por uma Alex fragilizada tendo que tomar as rédeas para enfatizar que ainda é relevante e pode segurar a audiência. A questão é que tudo acontece na semana em que um vídeo de uma repórter de interior gritando verdades contra um manifestante acaba viralizando, o que a torna uma das convidadas da atração. Essa é a oportunidade perfeita para que Cory Ellison (Billy Crudup) manipule a situação a ponto de conseguir que Bradley Jackson (Reese Whiterspoon), a repórter, acabe como co-âncora de Alex, o que seria o primeiro passo para que ele consiga derrubar o presidente do canal.

Para mim, a narrativa demorou um pouquinho para engrenar. A série me conquistou mesmo a partir do quarto, quinto episódio. O ritmo é um pouco lento no início, apesar de termos algumas cenas boas nos primeiros episódios, como por exemplo, o discurso da personagem Alex sobre a intolerância às atitudes machistas e sexistas após a demissão de Mitch, logo no primeiro episódio. Depois da metade, o ritmo melhora, torna-se mais ágil, e com o decorrer da história fica bem interessante acompanhar.

Um ponto muito forte em “The Morning Show” é justamente o tema. Com o movimento “MeToo” em alta, a discussão se torna atual. E o elenco estrelar ajuda muito no desenvolvimento. Apesar de toda carga dramática de Jennifer Aniston, na minha opinião o grande destaque da série é Reese Witherspoon. A personagem tem uma evolução interessante e uma história que vai conquistando o espectador, além de que Bradley Jackson possibilita à atriz diversas facetas, dando a oportunidade de construir um perfil bem interessante. Sem falar que para os fãs de Friends, rever Aniston e Witherspoon juntas novamente, já deu aquela sensação nostálgica maravilhosa. Valeu a pena os 2 milhões de dólares pagos por cada episódio às duas atrizes.

E o elenco coadjuvante também é interessante, principalmente por Mark Duplass, que interpreta o inseguro diretor Chip. A série também conta com algumas participações especiais, como o episódio que teve a cantora Kelly Clarkson.

Para encerrar, o episódio final deixou um ótimo gancho para a próxima temporada, que já foi confirmada. Não é fácil trabalhar um assunto do momento sem cair na armadilha do maniqueísmo ou do didatismo extremo, mas o showrunner Jay Carson, mesmo derrapando no começo, recupera sem demora o equilíbrio e presenteia a Apple TV+ com sua melhor série inaugural.

Um pequeno comentário que gostaria de fazer é em relação à “possível” dificuldade em assistir a série. Para aqueles que tem produtos da Apple – no meu caso tenho Iphone – basta apenas baixar o app para ver. Cheguei a pesquisar como seria para quem não tem nenhum dos produtos Apple – seja o Iphone, iPad, MacBook ou AppleTV – e descobri que não é possível ver, afinal de contas para assinar é necessário o ID Apple. É uma forma da marca, talvez, conseguir emplacar mais vendas, porém, ainda assim acho que dificulta, e muito, ao público em geral conseguir ter acesso aos conteúdos, sendo necessário recorrer a sites piratas para download. É uma pena!

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

  • Emerson

    Parece ser bem interessante o filme. Bom fim de semana! Jovem Jornalista Instagram Até mais, Emerson Garcia

  • Suelen Mattos

    Olha, essa série aí eu não conhecia, mas parece ser muito boa. Uma pena que não tenha nada da Apple.... Vou ficar só na vontade mesmo, rsrs.... Suelen Mattos ______________ ROMANTIC GIRL

  • Marco Antonio

    Olá Felipe, Eu ainda não sabia dessa série, achei interessante e já anotei a dica. Abraço. http://devoradordeletras.blogspot.com/

  • Thayná Alves

    Olá, eu conhecia a série por nome mas nunca tinha procurado nada sobre ela, e após ser sua resenha parece ser bem interessante Beijos

  • Sankas Books

    Ainda não conferi essa. Não gostei muito do elenco, pode me chamar de doida, mas não curto a jennifer rs. Porém, a série tá na lista

  • Hanna Carolina Lins de Paiva

    Parece ser uma ótima produção. Pena que não tenho o app da Apple TV+ para conferir também. Bjks! Mundinho da Hanna Pinterest | Instagram | Skoob

  • Silvana Crepaldi

    Olá, Felipe. Achei o enredo bem interessante e assistiria de boa. Pena que não tenho nenhum produto da Apple hehe. Prefácio

  • Luiza Helena Vieira

    Essa série está na listinha para maratonar. Amo ver o Steve Carrell em personagens mais sérios Beijos Balaio de Babados Participe do #SorteiodaAmizade no twitter; três livros, um ganhador

  • Gleydson

    Opa, tudo bem por aí? Curti bastante o enredo da série, viu, ainda mais tendo a incrível Jennifer Aniston no elenco, que eu amo. Essa questão de ser necessário um Apple ID para assistir às produções da Apple TV+ realmente deve ser um empecilho para quem quer muito assistir e não tem algum produto Apple. É uma pena, não é? Infelizmente, isso acaba fortalecendo a pirataria, como você citou no seu post. Abraços! Acampamento da Leitura

  • Pâmela Possani

    Oi Felipe! Acho que nunca assisti algo do tipo, só as vezes quando passam em alguns filmes, ma snão sabia que era assim Achei interessante, mas não é o tipo de série ao qual estou acostumada a assistir. Pena que demora pra engrenar um pouquinho, mas engrena kkk Não sabia que a Apple TV já tinha começado a fazer suas produções... Interessante Beijocas da Pâm Blog Interrupted Dreamer

  • Tha

    Hey Felipe! Tudo bem? Meu Deus, nunca tinha ouvido falar nessa série, e já quero assistir ela! Obrigada por comentar lá no blog. Volte sempre! | Blog Misto Quente |

  • Bruna Domingos

    Já faz um tempão que quero ver essa série, mas ainda tá fora do meu alcance por toda burocracia que a Apple tem. Mas só de ter Jennifer Aniston, Reese Whiterspoon e Steve Carell já sei que vou AMAR! Eu queria saber se a participação de Steve encerra depois que o personagem dele é demitido do programa e tudo mais. Eu amei sua resenha e me deixou mais triste pq agr eu to com mais vontade de assistir hahaha Beijos http://www.leiapop.com/

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *