#Resenha / Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

Autora: J.K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne
Editora: Rocco
Páginas: 352
Skoob
Onde Comprar: Americanas | Submarino | Saraiva

Comecei o ano de 2017 muito bem! Havia ganhado de presente de Natal o livro “Harry Potter e a Criança Amaldiçoada”, um dos lançamentos mais aguardados do ano de 2016 pelos fãs brasileiros. E li todo o livro em apenas 1 dia!! Novo recorde estabelecido!!

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada foi imaginado inicialmente como uma peça de teatro e a história foi desenvolvida por J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne. Portanto todo o livro é escrito em formato de falas, como um roteiro para o teatro/cinema. O livro está dividido em duas partes, com dois grandes atos cada uma e tem como foco mostrar o que aconteceu com Harry e seus amigos Rony e Hermione 19 anos depois dos eventos de Harry Potter e as Relíquias da Morte.

Agora quarentão, Harry é um atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado com Gina Weasley e pai de três filhos: Tiago, Lílian e Alvo, um adolescente atormentado com o peso de ser filho de um dos maiores bruxos do mundo. Atentos ao fato de que a maior parte dos fãs originais da saga agora beiram os 30 anos, Jack Thorne e John Tiffany mantém Harry, Ron e Hermione por perto, recriando a química entre os três e acertando em cheio na nostalgia dos fãs.

O personagem principal da história é Alvo, que tem uma relação conturbada com Harry e decide usar um Vira-Tempo para salvar Cedrico Diggory durante o Torneio Tribruxo, com a intenção de corrigir pelo menos um dos erros do pai. Com a ajuda de Scorpius Malfoy (filho de Draco e melhor personagem dessa história), os garotos voltam e alteram a linha temporal. Quando voltam ao presente, vêem que algumas coisas estão mudadas, mas que Cedrico continua morto. Eles decidem voltar novamente e dessa vez a alteração causa efeitos gigantescos no Mundo Bruxo, criando uma realidade onde Harry morreu, Alvo nunca nasceu e Voldemort é o líder supremo.

Como disse antes a leitura costuma fluir rapidamente devido ao formato do livro. Mas os fãs de Harry Potter podem não gostar muito. A obra é uma grande oportunidade para rever alguns dos personagens preferidos da ficção, mas só isso. Se o leitor quiser reviver a magia de Harry Potter, deverá retornar aos sete romances originais.

  • Miguel

    Amooo Harry Potter, quero muito ler esse livro!!

  • Juliana

    Incrível esse livro, gostaria que fosse em formato normal de narrativa, igual os antigos, mas ainda assim adorei

    • Felipe Lange

      Juliana, foi ótimo para matarmos a saudade do universo Potter

  • Stéphanie Segal

    interessante, quero ler.

    • Felipe Lange

      Stéphanie, tenho certeza que você vai gostar

  • Marcela

    Adoro Harry Potter

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *