#Filme | A Esposa

Oi gente!
Continuando os posts dos filmes que concorrem ao Oscar, hoje vou falar de “A Esposa”, longa que rendeu indicação à Glenn Close na categoria de melhor atriz – inclusive ela já venceu o Globo de Ouro e o Critic’s Choice Awards por esse papel.

O filme conta a história de Joan Castleman (Close) que há décadas é a esposa dedicada e perfeita do escritor, Joe Castleman (Jonathan Pryce). Ele acaba de vencer o Nobel de Litaratura e juntos eles partem para Estocolmo, na Suécia. Lá, ela é confrontada pelo jornalista Nathaniel Bone (Christian Slater), que quer escrever a biografia de Joe e remexe em segredos de seu passado.  Repelido educadamente por Joan, ele continuará na cola da família Castleman como um predador. No entanto, ele é apenas o agente para o desmoronamento de um mundo solidamente construído, sustentado numa grande e intolerável mentira.

Atualmente é difícil ver produções que tragam atores veteranos em papéis com grande destaque. E quando isso acontece é preciso enaltecer. A interpretação magnífica de Glenn Close é a grande razão para assistir a este drama dirigido pelo sueco Björn Runge, numa adaptação do romance homônimo de Meg Wolitzer. Simplesmente magnífica, Glenn tem grandes chances – e merecidas – de levar para casa seu primeiro Oscar, na única categoria que o filme concorre, após já ter sido indicada outras 6 vezes.

Como um todo, a direção de Björn Runge não escapa de algumas derrapadas e o roteiro é falho. O filme é um pouco parado em sua maior parte, se sustentando apenas nas boas atuações.  A narrativa da história ocorre em dois tempos – no presente, com a viagem do casal e do filho David (Max Irons), para a cerimônia e a entrega do prêmio. E no passado – por meio de flasbacks – quando o jovem Joe (Harry Lloyd) é ainda um professor que luta para escrever e ser publicado, ao mesmo tempo que se apaixona pela aluna mais talentosa, Joan (Annie Starke).

“A Esposa” é um bom drama, construído à base da consistente fotografia de Ulf Brantås. E a trilha sonora de Jocelyn Pook é dramática e acompanha harmoniosamente a dinâmica do casal. O que faltou foi um pouco de ousadia. Melancólico e representativo, o filme dá voz e empodera a mulher, ao mesmo tempo que é humano e emotivo. A história é fraca, mas conta com seguras atuações.  Jonathan Pryce – em um bom momento de sua carreira – é explosão em um retrato egocêntrico, contrapondo com Glenn Close contida, que leva o filme nas costas apenas com suas expressões verdadeiras.

Aproveite e veja os posts dos outros filmes que concorrem ao Oscar – “Nasce uma Estrela”, “O Primeiro Homem”“Bohemian Rhapsody”

E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

  • Silvana Crepaldi

    Olá, Felipe. Esse é o tipo de filme que geralmente eu não me interesso em assistir, mas pela atuação dela que está todo mundo elogiando, talvez eu assista. Prefácio

  • Ane Reis

    Oie Felipe =) Eu sempre vejo os filmes indicados para Oscar depois que a cerimônia passou rs... A premissa de a Esposa parece ser bem interessante, em especial para pessoas como a minha mãe que gostam bastante do gênero. Beijos;*** Ane Reis | Blog My Dear Library.

  • Mrs. Margot

    Saudades dos tempos em que conseguia assistir a todos os indicados aos Óscares, era uma tradição mas já há uns 3 anos para cá tenho falhado. Tenho muita curiosidade em relação a esse filme, muito porque adoro a actriz, mas o meu receio é achar o filme muito parado e secante... MRS. MARGOT

  • Caverna Literária

    Oi, Felipe! Ainda não conhecia o filme, mas achei interessante a premissa, embora eu não costume assistir muitos filmes do gênero xx Carol https://caverna-literaria.blogspot.com/

  • Priih

    Oi Felipe, tudo bem? Adorei a crítica. Parece um ótimo filme e pretendo assistir. Beijos, Priih Infinitas Vidas

  • Daniela

    to doidaaaaa pra assistir esse filme!!

  • Thamiris

    Hey Felipe! Tudo bem? Não conhecia o filme, mas pelo visto tem motivos de sobra pra ser indicado ao oscar. Obrigada por comentar lá no blog. Volte sempre! ~ Blog Misto Quente ~ Siga no Instagram ~ Curta no Facebook

  • Monique

    Não assisti esse filme ainda mas está na lista

  • Iasmin Guimarães

    Ainda não assisti esse filme, mas quero muito. Parece ser de fato muito bom. Adorei a crítica. Iasmin Guimarães | E agora?

  • Jessica

    Oie, Não conhecia o filme, mas parece ter uma trama interessante. Dica anotada! Bjs e um bom fim de semana! Diário dos Livros Siga o Instagram

  • J. C. Gomes

    Olá, Felipe! Eu até gosto deste gênero e a atuação da atriz Glenn Close é impecável, mas eu ainda prefiro a Lady Gaga (eu prefiro), isso não quer dizer que vá ganhar. Obrigada pela visita.

  • Emerson

    Gostei da resenha. Boa semana! Jovem Jornalista Fanpage Instagram O blog está em HIATUS DE VERÃO até o dia 23 de fevereiro, mas tem post novo. Comentarei nos blog amigos nesse período. Até mais, Emerson Garcia

  • Janaina Magon

    Oie! Escuto muitos comentários favoráveis a esse filme, especialmente em relação a atuação de Glenn Close, que dizem ser espetacular e merecedora do Oscar. Eu ainda quero assistir esse filme... pretendia assistir todos os indicados esse ano, como sempre planejo, mas já não dá mais tempo, kkk. Bjuus ♥ Início de Conversa

  • Nana

    Olá, Glenn minha fav disparada. Sempre maravilhosa. até mais, Canto Cultzíneo

  • Jennifer

    Ei Felipe... Minha mãe assistiu a este filme e adorou. Sua resenha me inspirou a assisti-lo também! Tem post novo lá no blog. Abraços, Jennifer. http://entrelinhasentrepautas.blogspot.com.br

  • Renata (escutaessa)

    Oi Esse filme está na minha lista, com certeza vou ver. Gostei da sua resenha, super completo Beijinhos Renata

  • Alessandra Salvia

    Oi Felipe, não assisti, mas gosto da Glenn Close, sei que vou adorar! beijo http://estante-da-ale.blogspot.com/

  • Luiza Helena Vieira

    Oi, Felipe! Ainda vou assistir esse filme, mas tenho quase certeza que a Glenn leva esse Oscar. Beijos Balaio de Babados

  • Vanessa

    Gostei da dica Felipe. Parece ser um excelente filme e quero muito conferi-lo. Abraço! www.newsnessa.com

  • Gabriela Soares

    Ainda não tinha ouvido falar do filme e confesso que o enredo não me chamou nenhuma atenção, mas concordo contigo: filmes que trazem artistas veteranos em papéis principais são raros e merecem ser enaltecidos! Um beijão, GABS | likegabs.blogspot.com

Leave a comment to Renata (escutaessa) Cancel reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *