#Série | Baby

Oi gente!
Agora que passou a época do Oscar – e toda a maratona de filmes que fiz – vou trazer para vocês alguns posts que eram para terem sido postados antes, mas precisei deixar guardado para postar agora. No final de 2018 a Netflix lançou a série italiana “Baby” – que eu assisti apenas no início deste ano – e fiquei em dúvida se trazia o post para vocês porque eu simplesmente detestei!

“Baby” é livremente inspirada em um escândalo ocorrido em 2014 em Roma. O caso ficou conhecido como Baby Squillo, o qual estudantes de famílias ricas e menores de idade ofereciam serviços sexuais em troca de dinheiro. Advogados, políticos e empresários estavam envolvidos no esquema de prostituição infantil e teve grande repercussão mundial. Na série, acompanhamos a história de alguns jovens estudantes de uma escola de grande prestígio de Roma e que possuem diversos dilemas da adolescência.

Chiara (Benedetta Porcaroli) tem poucos amigos e deseja desesperadamente ser amada e aceita pelas pessoas a sua volta. Damiano (Riccardo Mandolini) é um problemático garoto incompreendido, que perde a mãe e agora precisa morar com o pai rico, com quem nunca teve contato; enquanto Ludovica (Alice Pagani) é uma jovem deslocada, que sofre com humilhações dos seus colegas de sala. O que os três possuem em comum? Todos vêm de um lar familiar conturbado. Com o passar dos episódios, Chiara e Ludo vão criando uma amizade e acabam se envolvendo no mundo da prostituição – inclusive houve muita polêmica antes da estreia, pois a Netflix foi acusada de incentivar o tráfico sexual e glamourizar a prostituição de menores (o que em nenhum momento isso ocorre de fato, até porque trata-se de uma obra de ficção).

No modo geral, a história é muito boa, mas não é bem desenvolvida. Faltou química entre os atores, faltou uma produção mais afiada, faltou um cuidado maior com as cenas e, na minha opinião, faltou polêmica – o desenrolar da série é morno, poderiam ter explorado e ousado mais (o que talvez pode acontecer nas próximas temporadas, se houver). Alguns núcleos foram mal trabalhados como o caso do personagem Fábio (Brando Pacitto), que é filho do diretor da escola, começa a traficar drogas no colégio e se descobre gay – foi uma história tímida, pouco desenvolvida. Ou então a trama de Nicollo (Lorenzo Zurzolo) que trai a namorada com Chiara – melhor amiga de sua irmã e ao final ainda engata um romance com a professora – totalmente aleatório e sem sentido. Indo mais além, o núcleo do “vilão” Saverio (Paolo Calabresi), que é o principal agenciador das meninas, também poderia ter um destaque positivo na série, o que não aconteceu.

Outro ponto negativo é o elenco bem fraco – a única que salva é Alice Pagani, que transforma sua Ludovica em uma personagem interessante, com vários altos e baixos, além de trazer discussões interessantes e ser a principal movimentadora da história. Riccardo Mandolini e Benedetta Porcaroli não tiveram aquela química arrebatadora, o que faz com que seus personagens não engatem durante toda a temporada. Outros dois nomes que têm uma trajetória linear e até podem ser considerados destaques são Giuseppe Maggio (Fiore) e Chabeli Sastre (Camila).

“Baby” possui apenas seis episódios e está disponível na Netflix, porém é uma série fraca, com um roteiro confuso, com várias histórias jogadas sem serem aprofundadas, algumas coisas são forçadas e não conquistam o espectador. Provavelmente haverá segunda temporada, já que a primeira deixou várias coisas pendentes, e pode até ser que melhore nessa sequência.

Eaí, já assistiram Baby? Gostaram? E pessoal, aproveitem e me sigam nas redes sociais 
Instagram do Entrelinhas | Instagram Felipe Lange | Fanpage Entrelinhas | Facebook Felipe Lange

  • Emerson

    Pela sua resenha não me interessei nada pela série. Quem sabe se um dia não assisto? Bom feriado para você! Jovem Jornalista Fanpage Instagram Voltamos do hiatus com bons conteúdos. Até mais, Emerson Garcia

  • Marco Antonio

    Olá Felipe, tudo bem? Eu estava louco pra assistir essa série, mas depois da sua resenha fiquei na dúvida, o trailer chama atenção, não sei, vamos ver se assisto...abraço. https://devoradordeletras.blogspot.com/

  • Samanta dafini

    Eu nunca assisti essa série, eu assisti o trailer na internet mas eu me interessei no principio para assistir mas tenho tanta coisa na lista que achei outros mais importante, mas eu já adicionei na lista e vamos ver o que dá né? http://www.dosedeestrela.com.br/

  • Miguel

    que pena que você não curtiu, a história tinha todo potencial para ser boa

  • Marcela

    Era uma série que pretendia assistir, vou dar uma chance, vai que eu goste neh

  • Juliana

    Ainda não conhecia, mas já não me chamou atenção para ver

  • Iasmin Guimarães

    Tenho vontade de assistir essa série, mas não vejo muitas avaliações boas a respeito. Depois da sua crítica fiquei pensativa já que alguns pontos foram ruins, né? Iasmin Guimarães | E agora?

  • Suelen Mattos

    A série não faz o meu estilo, por isso não assisti. Uma pena que ela não tenha correspondido às suas expectativas! Suelen Mattos ______________ ROMANTIC GIRL

  • Samara Silva

    Amei essa sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos.. Parabéns! Amo seu blog ❤️.. Meu Blog: Cap Legal

  • Karina

    oiii eu vi o anúncio na netflix, mas não me chamou atenção. Não gosto de tramas assim muito pesadas, não faz meu estilo. Que pena que ela parece não ser muito desenvolvida, tomara que a segunda surpreenda mais. bjo Karina Pinheiro

  • JANAINA

    Oie! Eu ouvi muito sobre essa série quando ia ser lançada aqui, mas foi mais por causa da polêmica em torno dela mesmo. Depois disso, nem ouvi falar mais... É uma pena que a série não é tão boa, porque a história por trás dela tinha tudo para render uma série excelente, e que prenderia muito o telespectador... Bjus Início de Conversa

  • Claris Ribeiro

    Oi, tudo bem? Primeira resenha que leio sobre a série, e apesar de tantos pontos negativos, a temática chama muito a minha atenção. Não sei se vou assistir, mas quem sabe um dia eu dê uma chance hahaha Obrigada pela sinceridade, se animar, irei com cautela e sem grandes expectativas hahahaha Obrigada pelo carinho. Volte sempre! Um super beijo :*

  • Larissa Zorzenone

    Que pena que não curtiu a série. Eu não assisti, nem conhecia. Fico tão chateada quando uma história tem potencia pra ser boa e não é bem trabalhada... Vidas em Preto e Branco

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *